Viver pela fé – Salmo 15

photo-1533000971552-6a962ff0b9f9

Quer ir para o céu?

É inegável que existe dentro das pessoas um desejo imenso em viver eternamente. A resposta sobre a origem deste sentimento que nos acompanha está em Eclesiastes 3.11: “Tudo fez Deus formoso no seu devido tempo; também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até ao fim“. Algumas pessoas aceitam este fato, porém outras tentam buscar outras respostas satisfazendo-se com teorias criadas por homens.

Davi pertencia ao primeiro grupo. Acreditava em Deus, e que ele possuía um lugar de habitação próprio – o tabernáculo, e um local geográfico específico – Sião. Davi não se referia àquilo que é material, mas sim ao espiritual, ao invisível, ao intangível para os homens. 

O que Davi revela implicitamente neste primeiro verso é a fonte de onde irá buscar recursos para atingir seu objetivo final que é habitar com o Senhor eternamente. Ele está “orando” ou “conversando” com Deus, o que implica que a fé é o princípio da sua relação com o Altíssimo. Se ele não acreditasse na existência de Deus seria totalmente ilógico orar ou clamar ou jejuar em busca de respostas para seus questionamentos essenciais. 

Nossas ações são produtos diretos de nossa fé e doutrinas. A resposta que Davi apresenta é a revelação de como aqueles que têm fé, que pertencem ao Senhor devem se comportar todos os dias de suas vidas neste mundo: viver com integridade, praticar a justiça, falar a verdade, não difamar o próximo, não praguejar, não compactuar com corruptos; honrar os filhos de Deus, valorizar sua própria palavra, proceder de forma justa economicamente, permanecer ao lado do inocente. 

Preste muita atenção na ordem dos fatos: É preciso primeiro ter fé em Deus, em Cristo Jesus nosso Senhor e Salvador, no poder do Espírito que convence o pecador do pecado, do juízo e da justiça de Deus; como consequência direta desta fé transformadora é que estas obras serão produzidas. As obras não salvam – por maiores e melhores que sejam – o que salva é a fé em Cristo, no seu amor, no seu sacrifício vicário, em seu sangue derramado na cruz no Calvário. É a partir da fé que as obras são realizadas, e não o contrário; nossa fé a respeito da nossa salvação deve estar depositada unicamente em Jesus, e não nos méritos que podemos adquirir fazendo boas obras. Passar a eternidade ao lado de Deus não é por obras, é pela graça de Jesus que concede a fé salvadora.

Espero que esta breve mensagem faça sentido em sua vida e que você possa viver pela fé.

Um bom e abençoado dia!

Rev. Joel

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.