Órfãos acolhidos.

“Não vos deixarei órfãos, voltarei para vós outros” – Jo 14.18

 

Este pequeno verso contém muito mais informação do que aparenta. Seus pressupostos básicos precisam ser levados em consideração para se construir a verdade que ele apresenta. 

Em primeiro lugar é preciso definir a palavra “órfão”. Segundo o dicionário, significa aquele que perdeu pai e/ou mãe; e também pode significar aquele que perdeu alguém muito querido que o amparava e protegia. Em ambos os casos é presente a sensação de abandono, de desvalido.

Nas entrelinhas é possível entender que Jesus era como um pai para seus discípulos, e o discurso preparatório para seu martírio revela que eles se sentiam como crianças prestes a se tornarem órfãos. Não é difícil entender esta “paternidade” de Jesus sobre os que viriam a ser seus servos engajados na construção do novo reino, até mesmo porque Jesus se diz um com o Pai e, portanto, é o Pai revelado em carne aos seus escolhidos (Jo 10.30; Cl 1.15-23; Jo 14.20 – leia, é importante). 

Há uma promessa explícita neste verso sobre a ressurreição e os discípulos teriam a oportunidade de ver com seus próprios olhos a manifestação do poder de Deus (At 2.32; 3.15). Sua aparição inicial no cenáculo causou temor (Lc 24.37); depois apareceu outra vez no cenáculo onde Tomé foi confrontado com sua falta de fé (Jo 20.24-28); por fim, Jesus lhes concedeu a graça de estarem com ele por quarenta dias (At 1.3). Dali em diante todo o sentimento de abandono foi dissipado e agora eles tinham certeza de que o Senhor ressurreto estaria com eles até o fim (Mt 28.20). 

Apesar de não termos o privilégio de sermos testemunhas oculares da ressurreição de Cristo, certamente o somos da graça que ele nos proporcionou: éramos órfãos, almas cansadas e sobrecarregadas pelo peso do pecado, e ele nos transformou em filhos de Deus (Jo 1.12). Não somos mais órfãos porque fomos acolhidos, amados, ressuscitados em Cristo Jesus e desafiados a buscar as coisas lá do alto (Cl 2.12 e 3.1).

Você se sente órfão? Sente-se abandonado por Deus? Busque ao Senhor Jesus e se renda aos seus pés. Conheça aquele que ressuscitou para a salvação do pecador, e que vive no coração de todos a quem ele quer se revelar. Faça isto enquanto é tempo, pois em breve ele vai voltar definitivamente para buscar os seus. Você estará entre eles?

Um bom e abençoado dia!

Rev. Joel