Salmo 37 – Confiança

photo-1494138030114-a8cf519b022b

Mais do que expressar uma ação, o verbo “confiar” carrega em si a esperança num evento ou poder externo que nos favorecerá, e que isto não está sob nosso controle e nada podemos fazer a não ser esperar que ele se concretize.

É bem verdade que muitas vezes confiamos em líderes (políticos ou religiosos), em pessoas amigas e até mesmo nos familiares mais próximos, e invariavelmente somos decepcionados por suas atitudes. Confiamos em suas promessas, e elas nem sempre se cumprem; confiamos em seu caráter, e este não é pétreo ou firme o suficiente; confiamos em seu silêncio e discrição para manter nossas fraquezas em sigilo, mas estas informações tão preciosas para nós “vazam” por entre seus lábios. Não é a toa que o profeta Jeremias reproduz a visão de Deus sobre a confiabilidade do ser humano quando disse: “maldito o homem que confia no homem, faz da carne mortal o seu braço e aparta o seu coração do Senhor” (Jr 17.5).

O rei Davi (autor do salmo) está coberto de razão (e de experiências próprias) ao afirmar seu pressuposto básico de que nossa confiança deve ser depositada somente no Senhor (v.3 e 5). Ele orienta o povo de Deus a confiar no Senhor e a viver uma vida digna a despeito daqueles que não são confiáveis (as pessoas em geral), a “fincar” raízes num lugar (isto é, não sair por causa da atitude alheia) e alimentar-se sempre da verdade (Jo 14.6). Davi exorta a todo povo de Israel através deste hino a entregar o futuro, o destino, o amanhã aos cuidados únicos do Senhor e confiar somente nele porque, no fim das contas, ele quer o melhor para nós, o seu povo amado e escolhido. Podemos e devemos lançar sobre ele nossas esperanças de um mundo melhor, mais justo, honesto, digno, totalmente isento do pecado e suas conseqüências funestas. Enquanto este reino não vem definitivamente, podemos e devemos confiar porque ele cuida do “pão nosso de cada dia”, das nossas vicissitudes e, nos momentos de fraqueza, ele estende a mão ferida e traspassada de seu filho para nos erguer do monturo (1Sm 2.6-8).

Onde você tem depositado a sua confiança? Em quem o seu coração confia plenamente?

Um bom e abençoado dia.

Rev. Joel

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.