O Advento é o tempo de preparação para celebrar o Natal

Blog IPJ (3)

Isaías 9.1-7

O Advento é o tempo de preparação para celebrar o Natal, ou seja, a chegada do messias, e começa quatro domingos antes da comemoração natalina, sendo entre 27 de novembro a 24 de dezembro. Advento vem do latim “ad-venio”, que quer dizer “vir, chegar”.

A pratica desta tradição nasce junto com a Reforma Protestante, as luzes do Advento. Embora o seu surgimento exato não seja conhecido, a tradição afirma que a prática vem do próprio Martinho Lutero.

No Calendário Cristão, o Advento significa chegada, surgimento, é um tempo de preparação, de expectativa pela vinda de Cristo, neste sentido, é a preparação para a comemoração de sua primeira vinda, no Natal, e também a ardente expectativa pela sua segunda vinda, em glória, para restaurar toda a Criação. Que dia Glorioso será esse!

As luzes do Advento podem tomar diferentes formas, como coroas ou guirlandas, lâmpadas ou velas, são um instrumento didático para marcar a chegada da Luz do Mundo no Natal. Na sua origem, era um arranjo decorativo de velas que eram acesas no fim da tarde, no momento do Culto doméstico, para mostrar às crianças quanto tempo faltava para o Natal.

Conforme os dias avançavam mais luzes eram acesas, até que, na Noite de Natal, a maior de todas era acesa também, o arranjo atingia o seu maior brilho, e assim permanecia durante os Cultos das duas semanas seguintes, em que a Igreja também se lembra da visitação de Jesus pelos magos do Oriente, guiados pelo brilho da estrela, conforme registro no evangelho de Marcos 2.1-12, e o seu Batismo por João, no qual os céus se abriram e o Espírito Santo desceu sobre o Senhor na forma de uma pomba, conforme registro no evangelho segundo Mateus 3.16-17.

A tradição das luzes do Advento surgiu no Culto doméstico, algum tempo depois foi incorporada também ao Culto comunitário da Igreja Luterana, e dela passou também para outras tradições protestantes, sendo adotada, séculos depois, até mesmo pela Igreja Católica Romana. É importante enfatizar, que a origem dessa tradição, assim como a das árvores Natalinas, é totalmente protestante. O Calendário Cristão começa pelo Advento, em que comemoramos 505 anos da Reforma, ou seja, aconteceu no dia 31 de outubro de 1517.

Isaías o profeta, cerca de 700 anos antes, soa o toque da alvorada espiritual anunciando a vinda de uma grande luz ao mundo. O profeta Isaías 9.1-7 apresenta o anúncio profético da vinda do Messias Prometido. Esse anúncio aponta para o extraordinário significado do Natal. O anúncio profético de Isaías tem três pontos importantes:

  1. As luzes do Natal anunciam um tempo de esperança, Isaías entrega um brado de esperança para todos os desconsolados, que se acham mergulhados em densas trevas. A luz que brilha sobre este mundo é o Jesus Cristo, O Salvador prometido por Deus para trazer a salvação a todos. Jesus é a única e verdadeira luz, que, vinda ao mundo, ilumina a todo homem, somente Jesus Cristo pode conceder esperança. As luzes do Natal nos convidam a renovar a esperança em Jesus, a verdadeira luz. Nossa Esperança está em Jesus Cristo.
  2. As luzes do Natal anunciam a intervenção divina no mundo, nos dias do profeta Isaías, o povo vivia sob grandes dificuldades, tanto político como também espiritual. O cativeiro da Babilônia, deixou o povo em condições de vida extremamente desconfortável. Os babilônicos tentaram desconstruir a cultura e a fé do povo do Senhor. Ao serem levados para o cativeiro eles estavam, longe de sua terra e longe de Deus, o povo sofria o peso da opressão. Algo extraordinário acontece na vida deles, quando o profeta Isaías no 9.3-6, anuncia à intervenção divina. A luz que dissipa as trevas do pecado e do desespero brilha na visão de Isaías, que anuncia ao povo a intervenção divina. As luzes do Natal anunciam que o Senhor se lembrou de nós e veio para afugentar as trevas que impõem pavor, angústia e desespero. Somente em Cristo encontramos paz e alegria, Ele é a intervenção no mundo. Louvado é Jesus Cristo!
  3. As luzes do Natal anunciam a chegada de um tempo de perdão, Jesus Cristo significa o perdão sobre a culpa, o libertador do castigo qual merecemos. As luzes do Natal sugerem a esperança de uma nova vida, uma nova caminhada garantida pelo perdão que o Salvador trouxe ao mundo. O Nascimento de Jesus Cristo é o acontecimento sublime, os pastores ao ver a luz, foram conduzidos para o encontro do Senhor, aquele bebê, foi o próprio Deus encarnado, qual trouxe esperança, de um dia reinarmos com Ele por toda a eternidade. A Luz veio para dissipar a escuridão e dar-nos esperança da salvação no Senhor.

A luz desta pastoral tiraremos três lições importante:

  1. Saiba como as luzes do Natal, a promessa da nossa salvação, viabilizada na Pessoa de Cristo. Olhar para Jesus Cristo o ajuda a deixar de lado as obras das trevas, às coisas vãs deste mundo. A luz anuncia a esperança! Essa esperança encontramos em Jesus Cristo!
  2. Entenda que agora é o momento em que o anuncio da chegada de Jesus Cristo, o Deus vivo e encarnado, leva nossos lares e corações para festejar. Somos iluminados por Jesus, recebemos por intermédio de Jesus Cristo o perdão e a bênção da salvação!
  3. O que devemos fazer a luz de tudo isso, convidar amigos, para ouvir a mensagem do Senhor, colocar-nos nos caminhos do Senhor e deixar que em nossas comemorações, Cristo Jesus reine, para que todas as pessoas, amigos, ouçam o evangelho da salvação encontrada em Jesus Cristo!

Desejamos um Natal Abençoado e que todos sejam alcançados por Cristo Jesus.

Que Deus esteja derramando as mais ricas bênçãos sobres todos.

Rev. Cristiam Matos

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.