Mateus 11.25 a 30 – Revelações que descansam

descanso

A busca pelo conhecimento de Deus sempre esteve presente na vida dos homens. Desde os mais remotos tempos existe um esforço para conhecer o sobrenatural. A motivação sempre foi, além da curiosidade natural (At 16.26-28), a obtenção de um poder distintivo sobre os demais homens. A dificuldade que estes sábios e instruídos encontram é a própria resistência de Deus em revelar-se a eles (v.25). A primeira lição que este texto nos mostra é que Deus não pode ser encontrado se ele não quiser ser encontrado; e somente a algumas pessoas – e estas destituídas do desejo de poder – o Senhor se revela (v.26). 

Jesus revela aos homens que ele conhece a Deus de forma íntima e familiar. Sua relação é ampla e irrestrita, recebendo do Criador o domínio sobre todas as coisas (v.27a), e sendo por Ele conhecido com tal intimidade que nenhum outro ser pode ter (v.27b), a não ser que ele – Jesus – queira revelar (v.27c). 

Esta revelação, por si mesma, oferece a verdade sobre a busca sobre Deus. Quer conhecer a Deus? Empenhe-se em conhecer a Cristo. Quer conhecer a Cristo? Aceite seu convite para ir até sua presença, quedar-se aos seus pés como fez Maria e entender que está buscando a boa parte (Lc 10.40-42). 

Jesus chama a todos os que estão cansados e sobrecarregados (v.28). Este é um convite muito genérico, pois somente aqueles que ouvem a voz de Cristo vão atender a este oferecimento (Jo 10.26-30). Estes terão alívio em sua busca pelo conhecimento de Deus porque esta busca chegará ao fim na pessoa e obra de Cristo.

Todo conhecimento adquirido traz consigo uma responsabilidade. Saber quem é Cristo e, conseqüentemente saber quem é Deus, deve conduzir a pessoa à colocar-se na condição de discípulo, de aprendiz. Vai dispor sua vida toda para dedicar-se a este conhecimento adquirido, a viver este conhecimento, a desfrutar do descanso da própria alma (v.29). 

Você foi convidado por Jesus para estar em sua presença? Parabéns! Você é um dos chamados pelo Senhor para receber a bênção do conhecimento, da transformação de criatura em filho, da autorização para caminhar ao seu lado todos os dias. Haverá dificuldades na caminhada? Isto é tão certo que acontecerá quanto é certa a presença de Jesus ao lado nesta caminhada. Você jamais ficará sozinho, jamais carregará o fardo sozinho, jamais se perderá no caminho porque estará andando ao lado de Jesus. A palavra que o Senhor usa para prometer isto é jugo, que em grego expressa a idéia de juntar-se ao lado por alguma ligação, como a trave que segura os dois pratos da balança no símbolo da justiça ou o instrumento que une dois animais para que trabalhem juntos. Jesus revela que aquele a quem ele chama estará sob a mesma condição que ele está em relação ao Pai. 

Vamos caminhar e descansar no Senhor Jesus?

Um bom e abençoado dia!

Rev. Joel.

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.