Herói de verdade.

Pastoral (2)

Outrora, falaste em visão aos teus santos e disseste: A um herói concedi o poder de socorrer; do meio do povo, exaltei um escolhido” – Sl 89.19

 

Todas as culturas possuem heróis. Eles são homens ou mulheres que se destacaram no seu tempo e levaram esperança aos corações da sua nação sofredora. As histórias contam as venturas e desventuras, os monstros ou exércitos ou homens maus que foram derrotados na intenção clara de manter viva não só a memória histórica da nação, mas também a esperança em dias melhores. Heróis podem ser mitológicos como os dos gregos e romanos ou, históricos como Gandhi ou Martin Luther King cujas histórias estão acessíveis através de livros ou filmes como 300, Fúria de Titãs, Hércules, Até o último Homem, Invencível, Mãos Talentosas entre outros. 

Heróis são necessários. Eles surgem no meio do caos, são filhos da resistência, resiliência e do inconformismo que os motiva a quebrar pararadigmas e restabelecer a ordem. Geralmente forjados na batalha, seus valores e amores os sustentam na adversidade. 

O verso bíblico escolhido fala de um herói em específico. A autoria do salmo é atribuída a Etã, o ezraíta, levita que tinha como encargo tocar címbalos de bronze (1Cr 15.16-17); ele também era um homem cuja sabedoria era reconhecida por todos (1Rs 4.31). Ele foi contemporâneo de Davi e Salomão e, inspirado por Deus e pelos feitos de Davi, compôs este salmo didático. De forma geral os dois primeiros versos apresentam uma invocação onde reconhece a misericórdia e a fidelidade do Senhor sobre o povo; os versos 3 e 4 fundamentam o motivo porque Deus assim age: a sua aliança eterna; os versos 5 a 14 o salmista reforça a doutrina da soberania de Deus tanto nos céus como na terra, e que ele é o único digno de adoração; os versos 15 a 18 mostram claramente a alegria de Israel ser o povo escolhido de Deus, os amados e eleitos a quem o Senhor protege e guarda; O verso 19 é uma promessa messiânica sobre o surgimento de um herói do meio do povo, um escolhido específico que atuaria em tempo de grande aflição onde seria necessário alguém que socorresse, que estivesse ao lado, que estendesse a mão para ajudar. O verso 20 apresenta Davi como o protótipo deste herói, uma vez que era pastor de ovelhas e, pelo poder e auxílio de Deus ascendeu ao trono de Israel. Do verso 21 até o 52 as referências são ao Messias (Jesus Cristo) cuja presença neste mundo traria juízo a começar pela casa de Deus (v.30-32; 1Pe 4.7).

O mundo de hoje clama por um herói. Na ausência de um verdadeiro criam e fabricam heróis cheios de superpoderes capazes de enfrentar os maiores vilões. O mundo não quer o real herói de Deus, Jesus, aquele que tem o poder para salvar a vida efetivamente; a este descartam, chacotam e desprezam porque desejam um herói escolhido por eles, que seja segundo suas paixões, que seja conforme a imagem e semelhança deles mesmos. 

O herói de Deus já foi escolhido e concedido; seu povo já foi libertado das amarras do pecado e aguarda seu retorno com grande poder e glória. 

Você sabe de onde vem a idéia do herói vir montado num cavalo branco? Foi retirada das visões de João descritas no livro de apocalipse (Ap 6.2, 19.11) e se referem ao Senhor Jesus. Ele é o verdadeiro herói da nossa história e da nossa vida.

Um bom e abençoado dia!

Rev. Joel

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.