Ele vem!

banner

Desde o início, quando o pecado surgiu no coração do homem e se concretizou através da desobediência, Deus prometeu que enviaria o Salvador, o Messias, o Ungido, Cristo Jesus para salvar aquele que estava perdido (Gn 3.15). A primeira providência divina foi apresentar ao homem de forma muito clara que um inocente deveria morrer para que Adão e Eva pudessem novamente se colocar na presença de Deus (Gn 3.21). O Senhor renovou esta mesma ilustração com Abraão e Isaque, onde um carneiro foi o substituto (Gn 22.13), e também com Moisés na instituição da primeira páscoa que simbolizou a passagem de Deus entre os homens (Gn 12.27). No decorrer dos anos, a reprodução da páscoa serviu como memorial para que os filhos de Israel lembrassem constantemente de que logo o Ungido estaria com eles (Nm 9.2).

No tempo do profeta Isaías o povo perdeu o significado (conteúdo) e a significância (valor) da páscoa e dos holocaustos (Is 1.11-14); contudo, o Senhor ainda desejava perdoá-los e reconciliá-los consigo mesmo (Is 1.18). O capítulo 9 de Isaías reafirma que o Messias estava a caminho, e que ele reinaria para sempre.

Hoje é o primeiro dia do advento. Celebramos a Cristo Jesus, o cumprimento das promessas de Deus, sua encarnação, vida, obra,  paixão, morte e ressurreição; somente a Ele, que veio buscar e salvar o que estava perdido (Lc 19.10). A celebração anual do seu natalício (sem entrar no mérito do dia a ser comemorado) nos é memorial de que em breve ele retornará, em grande poder e glória, para levar os seus para viverem eternamente ao seu lado. Isto é promessa de Deus, e Ele não quebra nenhuma delas.

Ele vem! Pode ser hoje, amanhã ou demorar mais alguns anos, mas Ele vem. Você está preparado para encontrar-se com Cristo?

Sugestão: leia todos os textos bíblicos relacionados, e também leia atentamente a Isaías 55.6.

Uma boa e abençoada semana!

Rev. Joel

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.