Dia da Igreja Presbiteriana do Brasil

www.ipj.org.br (1)

A história da Igreja Presbiteriana começa com a reforma protestante protagonizada por João Calvino (1509-1564) na Suíça. Mediante a vida e obra de João Knox (1514-1572), influenciado pelas idéias e obras de Calvino, o evangelho reformado chegou à Escócia em 1560. Através da ação missionária oriunda daquele país foram alcançadas diversas nações européias como a Inglaterra (1572), Irlanda (1642) e outras. O presbiterianismo chegou aos Estados Unidos em 1705. Por causa do puritanismo, diversos movimentos de avivamento aconteceram no seio da denominação em todo o mundo. Eram avivamentos que desafiavam as pessoas a buscarem uma vida espiritual mais elevada e se tornarem instrumentos aprovados nas mãos de Deus. Num destes avivamentos ocorrido em 1855 é que Ashbel Green Simonton (1833-1967) teve uma profunda experiência religiosa que o motivou a ingressar no Seminário de Princeton. Ali, mediante uma pregação do Dr. Charles Hodge, foi despertado pelo Espírito Santo para missões estrangeiras. Completados seus estudos, foi ordenado e partiu para o Brasil, aportando na baía da Guanabara no dia 12 de agosto de 1859. Organizou a Igreja Presbiteriana do Rio de Janeiro em 12/01/1862 juntamente com seu cunhado Rev. Alexander Blackford. Voltou aos Estados Unidos em 1863, casou-se com Helen Murdoch e retornou ao Brasil no ano seguinte. Em junho de 1864 Helen faleceu nove dias após o nascimento de sua filha. Em homenagem à sua mãe, a pequena foi batizada como Helen Murdoch Simonton. O Rev. Simonton criou o jornal “Imprensa Evangélica” (1864), organizou o Presbitério do Rio de Janeiro (1865), e fundou o Seminário Primitivo (1867). Acometido de grave enfermidade, faleceu no dia 09/12/1867. 

A história da IPB nos revela homens e mulheres dedicados ao Senhor, dispostos a sair de sua zona de conforto para levar o santo evangelho aos pecadores. Podemos dizer que nossa denominação é histórica, centrada no evangelho, fundamentada na doutrina reformada, defensora dos mais elevados valores cristãos. Certamente não é a igreja perfeita porque é constituída de homens e mulheres, pecadores que o Senhor alcançou e transformou, mas que cometem erros; porém é uma igreja séria, compromissada com o reino de Deus, engajada na obra missionária, e solidária com os que sofrem. Considero um privilégio que Deus nos concede fazer parte desta denominação que busca ser fiel ao Senhor. Que o Todo Poderoso continue a abençoar ricamente nossa igreja.

Um bom e abençoado dia!

Rev. Joel 

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.