1Rs 22.13-28 – Profetas modernos

4115462_20180324T210208

Primeiro vamos definir o que é um profeta: é um homem vocacionado por Deus, chamado para transmitir fiel e integralmente a sua Palavra.  

Agora vejamos o texto que foi citado acima. Leia-o com atenção. Nele vemos os reis Acabe e Josafá buscando profetas para saberem se deveriam ou não ir à guerra contra os sírios em Ramote-Gileade. 400 profetas se apresentaram e todos falaram palavras de ânimo e incentivo. Porém Josafá desconfiou daqueles homens justamente por isto – eles falavam o que eles queriam ouvir e não o que precisavam ouvir da parte de Deus. Então Micaías foi chamado e, num primeiro momento, foi orientado a falar como os outros (v.13) e por isto, zombeteiramente, concordou com os profetas que o antecederam. Logo suas palavras de ironia foram entendidas, e lhe pediram que falasse a verdade de Deus, o que ele pretendia desde que foi convocado (v.14). O que ouviram não foi nada agradável: 1) Eles iriam à guerra e perderiam (v.17); 2) os profetas foram usados por Deus para enganar os reis (v. 23). Micaías foi humilhado por Zedequias e preso por ordem de Acabe, e sua dieta foi restringida a pão e água em escassez (v.27) até que o rei retornasse da batalha, o que nunca aconteceu, pois veio a falecer (v.34-35). 

Modernos profetas se levantam todos os dias. Alguns como Micaías, e muitos outros como os 400 que serviam a Acabe. Estes falam coisas que agradam a todos os ouvintes, do quanto são amados de Deus mesmo se não forem fiéis e obedientes, de que serão abençoados e prósperos em todos os seus negócios terrenos. Falar de pecado? Para quê? Isto é irrelevante, uma vez que o Senhor perdoa a todos. Falar de conduta imprópria? Com que finalidade? Isso só vai afastar o ouvinte de conseguir o que deseja. Tais profetas induzem o povo ao pecado e os enredam com palavras suaves e doutrinas ruins onde afirmam que a Bíblia é só um livro histórico e que a experiência pessoal com Cristo está acima dela. Usam púlpitos e disseminam suas idéias na internet com facilidade e habilidade ao ponto de iludir os incautos.

Cuidado com o que você ouve por aí ou vê na internet ou lê em livros, mesmo que se auto-afirmem inspirados por Deus. Inspirada é a Palavra, e o profeta vocacionado pelo Senhor jamais entrará em contradição com o que ali está escrito. A Bíblia é o nosso crivo, nosso referencial seguro, que aponta as doutrinas corretas e o procedimento que devemos ter.  Quem está firme na Palavra não se deixa seduzir e não dá espaço para o pecado em seu coração. Micaías sofreu pela verdade, por falar a verdade e por amar a verdade. Profetas que falam de não sofrer, de relativizar a verdade, de uma vida cristã cheia de conquistas e prosperidade devem ser vistos com desconfiança. 

Ame a Palavra, mesmo quando ela fala duramente ao seu coração. Lembre-se sempre de que Deus corrige a quem ama! (Hb 12.6-7). 

Vamos ouvir os profetas do Senhor?

Um bom e abençoado dia!

Rev. Joel 

A Agenda para 2020 está quase pronta!

Em Fevereiro todos os eventos já estarão agendados e você poderá visualizar por aqui.